“Os próximos dias podem ser bem difíceis se acontecer essa falta de exames” diz Priscila

Em Coletiva de Imprensa, na manhã de terça-feira (25) a médica e coordenadora do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus de Itaqui, Priscila Moreira, destacou a preocupação com a possibilidade de faltarem testes para o coronavírus em Itaqui.

Os exames SWAB PCR que estavam sendo encaminhados à Unipampa de São Gabriel estão indo para o Laboratório Central do Estado (Lacen) em Porto Alegre.

A mudança ocorre por falta de materiais na cidade da campanha.

“Aqui em São Gabriel em 24h nós temos o resultado, metade do caminho, nós estávamos em uma condição completamente confortável. (…) Eles começaram aceitar amostras de todos os municípios da região e pediram que os municípios fizessem doações de material para que pudessem dar continuidade ao trabalho. Os municípios começaram a se mexer para a compra dos materiais, mas está travando na burocracia. Já fizemos muitos testes com eles, mais de cem, e não doamos nada ainda, por enquanto. Estamos no processo da compra ” disse Priscila sobre os exames SWAB.

Agora estas amostras retornam para a capital e o tempo de espera pelos resultados é maior.

“isso faz com que um paciente de hospital fique mais tempo aguardando um diagnóstico de certeza”, completou.

Testes rápidos

A Camil Alimentos realizou doações de testes rápidos em farmácias para o município. Amenizando o baixo números de testes disponíveis.

“Estes testes que estão sendo realizados em farmácias foram doados pela empresa Camil. Não tem custo nenhum para o município e os pacientes que tenham alguma suspeita vão realizar o teste lá”.

A coordenadora alertou que “estes testes têm fim, a nossa expectativa é que até o final da semana que vem nós não tenhamos mais testes rápidos. Nem os da Camil e nem os da Prefeitura. Pedi ao setor de compras que se puder nos ajudar para que o processo seja mais rápido porque se nós ficarmos sem os testes rápidos e sem agilidade dos exames em Porto Alegre a situação vai ficar muito difícil. Os próximos dias podem ser bem difíceis se acontecer essa falta de exames que está se anunciando hoje”.

Foto: Arquivo / Reprodução